Cotidiano Masculino

Posts tagged filme

Entretenimento

Crítica do Filme: Liga da Justiça

Chegou mais um fim de semana e, para você que não vai viajar, temos uma ótima dica de cinema!

Fomos conferir o novo filme da DC “Liga da Justiça” e vamos contar tudo para você, mas claro, SEM SPOILER!

O novo vilão é o Lobo da Estepe (Ciarán Hinds, Mance Rayder em Game of Thrones), como já sabíamos por causa de cenas pós-crédito de outros filmes da franquia, que aterriza em nosso mundo com a intenção de destruir tudo com suas caixas maternas.

Lobo da Estepe deixa em apuros os atlantis, as amazonas e os homens, que por sua vez não conseguem se unir para evitar a invasão.

Bruce Wayne (Ben Affleck) consumido pelo remorso da morte de Superman (Henry Cavill) e ainda tendo firme sua crença na salvação da humanidade, reúne um time de super-heróis para salvar o mundo mais uma vez e derrotar o novo vilão.

Batman recorre a Diana Prince (Gal Gadot) e juntos buscam e recrutam meta-humanos, assim criam a Liga da Justiça – Batman (Ben Adffleck), Mulher-Maraviha (Gal Gadot), Aquaman (Jason Momoa), Cyborg (Ray Fisher) e Flash (Ezra Miller).

O novo time de super heróis deve se organizar para enfrentar esse novo mal, sem a ajuda do Superman, e salvar a humanidade da invasão alienígena.

Fomos assistir ao filme com certa insegurança, Mulher Maravilha foi um bom filme (como vocês podem conferir no post que fizemos sobre o filme clicando aqui), mas Batman x Superman e Esquadrão Suicida deixaram um pouco a desejar. Porém, em linhas gerais a DC produziu um ótimo filme!

Existe a seriedade característica dos filmes da marca, no entanto, com a chegada de Flash e Aquaman algumas piadas e cenas cômicas nos são apresentadas, o que dá mais leveza ao filme.

Jason Momoa veio com tudo e está mais forte do que nunca. Impossível não lembrar de sua atuação em Game Of Thrones como Drogo, pois o jeito rebelde, violento, selvagem, mas no entanto amoroso e altruísta, também fazem parte da proposta desse Aquaman.

Ezra Miller responde bem ao papel, sendo aquela pessoa que ainda não sabe se é adulto ao adolescente, rindo quando não deve, fazendo piadas e sendo inseguro quanto aos seus poderes de Flash. Se você assistiu a série com Grant Gustin talvez sinta um pouco de incomodo com esse personagem, pois os atores transmitem suas singularidades para os personagens, mas acredito que Erza realizou um bom trabalho.

Ray Fisher tem uma boa presença, não é seu filme de estreia na franquia DC, mas é o papel de maior atuação. Como Cyborg, inicialmente tem dificuldades de se ajustar ao uso de seus poderes e junto com Aquaman forma a dupla dos “do contra” que não querem fazer parte da equipe, mas nada que a doce Diana não consiga reverter.

Ben Affleck está como no outro filme da franquia, porém mais gordinho e seu figurino não ajudou muito nas cenas. Sou suspeita para falar pois meu Batman favorito sempre será Christian Bale. Mas, os brinquedos destrutivos de Batman estão cada vez melhores e mais criativos e nesse filme o “você não tem poderes, só é rico” acaba pegando um pouco para o lado dele. Cabe lembrar que o filme se passa 20 anos após sua saída da Liga das Sombras e início de sua jornada como vigilante de Gotham.

Já Gal Gadot está incrível e ainda mais entrosada com o papel, quando comparado ao filme da Mulher-Maravilha. Suas cenas são cheias de ação e ela está tirando de letra a personagem.

Quanto a Diana e Bruce, será que ainda sai namoro? Fica a pergunta no ar.

O filme possui duas semas pós-crédito e sim, vale a pena esperar para ver!

Não falarei nada sobre Superman, se não será SPOILER.  Assista ao filme e descubra você mesmo! 😉

Entretenimento

Crítica do Filme: Thor Ragnarok

Este mês estreou o terceiro filme da franquia Thor e a gente foi conferir!

Thor Ragnarok continua com o mesmo humor dos outros filmes, você ri e se diverte assistindo ao longa. No entanto, dessa vez temos mais ação, cenas de lutas com alta qualidade, um vilão de verdade e nada daquele melodrama romântico.

Sem essa de salvar a mocinha em apuros, o que está em risco é a própria existência de seu lar, pois Ragnarock é o nome dado ao fim dos tempos na cultura nórdica.

Você vai se decepcionar e se surpreender com Loki, que rouba a cena em diversos momentos e tem se mostrado um personagem mais complexo a cada aparição, difícil decidir se ele é apenas o vilão de sempre ou algo além.

Porém a interação de maior destaque é a de Thor e Hulk, que estão presos em um planeta estranho e são forçados a lutar em arenas como gladiadores.  Grande parte do filme se passa neste planeta, o que se torna um pouco cansativo e até decepcionante, visto que o Ragnarock é o que deveria ter maior destaque.

As figuras femininas do filme se destacam. Hela, a Deusa da Morte, é a grande vilã (interpretada pela maravilhosa  Cate Blanchett), mas infelizmente é uma personagem pouco explorada, são poucas falas, poucas cenas. Em alguns momentos você espera aquela frase de impacto e ela não existe.

A segunda figura feminina de destaque é a Valquiria, interpretada por Tessa Thompson (que na minha opinião é uma versão mais jovem de Michelle Rodriguez), que é peça fundamental na nova equipe de Thor. Uma guerreira perseguida por seus traumas do passado e que finalmente pode ter sua vingança contra Hela.

Por fim, o que se destaca no filme é a trilha sonora. Bem semelhante ao que já vimos em Guardiões da Galáxia, clássicos da música são desenterrados e adicionados à trama. Ótimas músicas por sinal, mas a questão é: será que combinou com a proposta?

Não esqueça de ver o pós-crédito! A primeira cena logo que acaba o filme pode ser muito importante para a continuidade da franquia Marvel em “As Jóias do Infinito”, mas a segunda é só mais uma piadinha sem graça.

Thor Ragnarok estará em cartaz até meados de Novembro, aproveite!

Entretenimento

O Empoderamento de Mulher-Maravilha

O filme “Mulher-Maravilha“, lançado em Junho deste ano, foi um dos filmes que mais ouvi opiniões distintas. Muitos disseram que era apenas mais um filme de super-herói, coisa boba, nada demais, até que ouvi milhares de mulheres elogiando o filme e falando o quanto ele significava para a atualidade que estamos vivendo.

Uma coisa ficou clara, o filme não era apenas mais uma franquia da DC. Tinha muito significado por trás da história da amazona Diana Prince.

O filme conta a história de amazona que vivia em uma ilha rodeada de mulheres guerreiras até que tudo muda com a chegada de um homem que estava fugindo de seus inimigos durante a Primeira Guerra Mundial, a partir daí começamos a enxergar Diana como a famosa Mulher-Maravilha.

O filme trás uma super produção, um cuidado com os efeitos especiais, as escolhas certas das paletas de cores de cada cena, mas deixou mais que isso. Muitas pessoas disseram que era apenas mais um filme de herói, mas pela primeira vez temos uma mulher trazendo a visibilidade que há muito tempo não víamos em filmes.

Mulher-Maravilha trouxe aos olhos do público o empoderamento e a força de uma mulher, dando a elas uma forte representatividade nas telonas do cinema.

Se você ainda não assistiu, assista! Vale super a pena 🙂

Em breve volto com mais novidades sobre filmes!

Entretenimento

Crítica do Filme: Antes Que eu Vá

Ontem fui assistir a pré-estreia do filme “Antes Que Eu Vá“, da Paris Films, que conta a história da adolescente Samantha Kingston.

O filme foi inspirado no livro best-seller com o mesmo título e que fez sucesso em todo o mundo.

Neste post vou contar para vocês um pouco mais sobre esse filme sem spoilers, ok? 🙂

A Samantha tem a vida considerada perfeita por muitos jovens: o namorado mais cobiçado do colégio, três amigas populares e é super conhecida por todos.

Até então parece ser tudo perfeito, né? Mas é no dia 12 de fevereiro que a vida dela muda completamente.

O dia que era para ser apenas mais um de sua vida, acabou sendo o último. E sério, a partir desse momento o filme fica MUITO interessante!

É uma mistura de angústia e reflexão, pois ela fica voltando sempre para o mesmo dia, repetidas vezes, até finalmente conseguir desvendar o mistério que envolve a sua morte.

Sabe o que é mais interessante? É que nessas idas e vindas, ela acaba descobrindo o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder. E é justamente isso que nos faz refletir ao assistir o filme!

Não vou contar mais se não vou acabar dando spoilers, mas assistam que vocês vão gostar! 😉

Para quem ainda não viu o trailer, dá só uma olhada!

E se hoje fosse o único dia do resto da sua vida, o que você faria?

O filme estreia dia 18 de maio nos cinemas! 😉

Entretenimento

Crítica: O Caçador e a Rainha do Gelo

Esta semana fui convidado para assistir em primeira mão o filme “O Caçador e a Rainha do Gelo”, sequência do sucesso “Branca de Neve e o Caçador”.

Gravei um vídeo contando mais detalhes desse lançamento para você que gosta de filmes com muita aventura e ação!

Obs.: o vídeo NÃO contém spoilers!

Espero que tenham gostado! 🙂

Entretenimento

Crítica do filme: Jogos Vorazes – A Esperança O Final

Ontem fui assistir em primeira mão o último filme da série “Jogos Vorazes: A Esperança”. E lógico que não poderia deixar de contar aqui para vocês tudo o que achei deste filme que conquistou milhares de fãs pelo mundo!

Então prepara a pipoca e leia com exclusividade a crítica sobre um dos filmes mais esperados do ano! 😉

Para a tristeza de muitos, chegou ao fim uma das maiores e mais bem sucedidas franquias do cinema atual “Jogos Vorazes: A Esperança – O Final”. O último filme da série começa do mesmo ponto em que “Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1” terminou, onde Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence), ainda se recuperando do ataque de Peeta (Josh Hutcherson) que luta para superar a lavagem cerebral sofrida enquanto era prisioneiro.

Após se juntar aos rebeldes no Distrito 2 para tentar convencer os últimos pacificadores a se voltarem contra o Presidente Snow (Donald Sutherland), Katniss percebe toda a destruição e violência que os conflitos entre a Capital e os distritos ainda podem causar. E aí ela decide que a única maneira de acabar com a guerra é matando o Presidente Snow, que acaba se tornando sua nova missão.

O último episódio da franquia não decepciona e satisfaz até os fãs mais fiéis, com um roteiro bem acabado e uma direção de primeira que mantém o equilíbrio entre cenas de ação, drama e romance fechando a saga do Tordo em grande estilo. O final é surpreendente! :O

Confira abaixo o trailer do filme:

E aí, ficou curioso para saber como termina essa saga épica? Então prepare-se, pois o filme estreia nos cinemas amanhã, quarta-feira (18/11).

Depois quero saber a opinião de vocês, heim?! 😉

Lançamentos

Crítica do Filme: Atividade Paranormal – Dimensão Fantasma 3D

Finalmente estreou o quinto filme da série “Atividade Paranormal”. E lógico que eu, que sou fã de filmes de suspense/terror, fui lá conferir para contar mais detalhes aqui para vocês.

Quem já assistiu os filmes anteriores, vai se surpreender e muito com esse filme!

O “Atividade Paranormal: Dimensão Fantasma” mostra a rotina do casal Ryan e Emily, sua filha de 6 anos, Leila, e Mike, irmão de Ryan.

Após encontrarem uma câmera filmadora velha e algumas fitas de vídeo numa caixa antiga, começam a assistir os vídeos e encontram imagens suspeitas e assustadoras.

O que eles descobrem é que a  câmera filmadora detecta elementos sobrenaturais e as fitas na verdade são rituais que estão prestes a acabar com a sua família.

Agora o que acontece no decorrer do filme para desvendar os mistérios que envolvem a casa, você só descobrirá assistindo 🙂

Enquanto isso, confira o trailer do filme:

Lembra que eu comentei no começo do post que quem já assistiu os filmes anteriores vai se surpreender e muito com esse filme? Então … essa surpresa não será positiva!

A produção do filme se preocupou tanto em colocar efeitos especiais para aparecerem no 3D que acabou estragando o filme.

Na minha opinião o que realmente dava medo no filme era o fato de não conseguirmos ver os espíritos, apenas os objetos se mexendo sozinho, etc. Mas neste filme é possível ver o espírito – como se fosse uma mancha preta – fazendo com que você se “prepare” para o susto.

Ao meu ver quando o tema é “filme de terror”, o menos é mais. Quanto mais simples e menos cheio de efeitos especiais, mais próximo da realidade fica e o filme fica ainda melhor.

Espero que em breve lancem mais filmes de terror, porque está difícil encontrar um bom para assistir 🙁

Se você também gosta de filmes desse gênero, deixe indicações aqui nos comentários!

Lançamentos

Crítica do filme: Meu Passado Me Condena 2

Ontem foi dia de assistir em primeira mão o filme “Meu Passado Me Condena 2”, estrelado pelo Fábio Porchat e Miá Mello.

Sempre assisti eles na internet – passava horas assistindo os vídeos do Porta dos Fundos – mas foi a primeira vez que os ví na telona do cinema.

O filme conta a história amorosa – e um tanto turbulenta – do casal recém-casado.

Para tentar salvar o casamento da rotina, o Fábio consegue convencer a mulher a viajar para Portugal para consolar o avô, que acabou de ficar viúvo.

Nessa viagem eles conhecem lugares incríveis, reencontram amigos, ex-namorada, ficam bêbados, vão para baladas … e por aí vai! É uma cena mais hilária que a outra!

Eu me identifiquei em várias cenas e tenho certeza que vocês também vão se identificar.

A atuação do Fábio Porchat e da Miá Mello estão incríveis e em algumas cenas dá para apreciar bem o corpo da morena (e que corpo)! Vale a pena assistir!

Os blogueiros Camilla Carvalho, do Mademoiselle Paris, e o Rodrigo Pires, do Rodrigo Pires.net, também foram conferir a pré-estreia do filme!

 Já deixa anotado na agenda que o filme estreia nos cinemas dia 02 de Julho.

Dá uma olhada no trailer! 😉

 

Ps.: apesar de não ter visto o primeiro filme, dá para entender e se divertir muito!

Entretenimento / Lançamentos

Crítica do filme: Kingsman – Serviço Secreto

Pensa num filme louco. Pensou? Agora pensa num filme que mistura comédia, ação, sangue e muito tiroteio. Bom … se você conseguiu imaginar tudo isso, pode-se dizer que você está preparado para assistir “Kingsman – Serviço Secreto”.

O filme conta a trajetória de um garoto que quando pequeno, após a morte de seu pai, recebeu uma missão. Com o decorrer dos anos, ele se torna um garoto de rua (protagonizado pelo ator Taron Egerton) que  procura mudar de vida. 

Um dos integrantes do ‘serviço secreto’, o veterano da espionagem (Colin Firth) convida o garoto para participar da seleção que irá escolher um jovem para se tornar parte da equipe de espionagem e se tornar um Kingsman

Para ele se tornar parte da equipe, os competidores tem que passar por diversas provas de resistência, agilidade e inteligência.

 

Agora não posso contar mais nada, se não vai perder a graça! 😉

O que posso adiantar é que o filme tem cenas de ação do começo ao fim e o figurino dos personagens são incríveis! Os estilosos de plantão vão adorar e usar vários looks como inspiração!

Se você é fã dos filmes do Tarantino, que são cheios de pancadaria e sangue, veja “Kingsman – Serviço Secreto” que você não irá se arrepender! 

Dá uma olhada no trailer do filme:

Ele estreia nos cinemas no dia 05 de março.

Fiquem de olho que em breve voltarei com mais estreias do cinema pra vocês!

Look do Dia

Moda, filmes e novelas

O meu amigo jornalista e viciado em cinema, Jefferson Luchtenberg, fez observações bem bacanas sobre a influência do cinema e da tv em nosso modo de se vestir. Continue lendo que você entenderá melhor!

O cinema e a moda sempre andaram de mãos dadas. O estilo da telona influencia e muito no que vemos nas ruas. Um personagem, uma atitude e diversas peças de vestuário desejadas por uma legião de fãs. 

Dá pra dizer que tudo começou com o “Selvagem da Motocicleta” e “Juventude Transviada”. Esses dois filmes da década de 50, com Marlon Brando e James Dean, ditaram a moda na época. Pode perguntar pro seu avô! Popularizaram o look jeans, camiseta e jaqueta. Tanto de couro quanto na versão vermelha.

Marlon Brando em “Selvagem da Motocicleta” (1953)

James Dean em “Juventude Transviada” (1955)

Podemos citar os “Embalos de Sábado à Noite” com suas populares calças boca de sino no começo da década de 70

John Travolta em “Embalos de Sábado à Noite” (1977)

E você sabia que o próprio Giorgio Armani cuidou do figurino  do filme “Gigolô Americano”? Richard Gere, aquele de “Uma Linda Mulher”, interpretou o gigolô mais bem vestido da história dos cinemas na década de 80. A participação do estilista impulsionou a grife Armani. 

Richard Gere em “Gigolô Americano” (1980)

Outro clássico dos anos 80.  “Top Gun – Ases Indomáveis” fez voar altos as bomber jackets e os óculos aviador da marca Ray Ban.

Tom Cruise em “Top Gun – Ases Indomáveis” (1986)

Aqui no Brasil a maior influência vem da TV e suas novelas. “Tô certo ou to errado?”.  Com esse bordão Lima Duarte, com seu personagem Sinhozinho Malta, fez crescer as vendas de peruca. O site Memória Globo garante que as vendas subiram 80% no país durante a exibição de “Roque Santeiro” em 1985.

Lima Duarte em “Roque Santeiro” (1985)

Já na década de 90 a novela “Fera Ferida” popularizou as camisas sem gola do personagem Raimundo Flamel. Elas foram inspiradas no filme Lawrence da Arábia e eram chamadas nas ruas de “camisas Flamel”.

Edson Celulari em “Fera Ferida” (1993)

Um exemplo mais recente veio com a interminável “Malhação” e o personagem Bernardo, interpretado por Fiuk na temporada 2010. Fiuk fez virar febre as camisas gola V e as calças coloridas

Fiuk em “Malhação” (2010)

Algum personagem já influenciou sua maneira de vestir?