Cotidiano Masculino

Posts tagged bem estar

Corpo e Bem Estar

7 erros na musculação que prejudicam o crescimento muscular

Se você é um iniciante na vida fitness é fácil cair em hábitos de treino ruins, especialmente quando você não sabe o que está fazendo. Mas quando suas calças começam a ficar mais apertadas e o número da balança começa a se mover na direção errada, pode ser hora de reavaliar o treino e alimentação.

E para dar uma ajuda, conversei com o preparador físico Fábio Aquino e preparamos uma lista com os 7 erros mais comuns na musculação que acabam com seu resultado. Dá só uma olhada!


Fazer mais sequências para ganhar mais músculos


Malhar muito pode provocar uma overdose de treinamento, o que causa esgotamento e ainda ajuda a perder massa muscular. No momento do treino, o corpo libera testosterona, insulina e hormônio do crescimento. Todos estimulam o crescimento muscular. Porém, ao mesmo tempo, o corpo libera cortisol, um hormônio que pode também atrapalhar a capacidade do corpo de usar a proteína de forma adequada, o que interrompe o crescimento muscular.

 


Achar que, para o músculo crescer, é preciso sentir que ele está “queimando”


Para obter hipetrofia muscular, muitos pensam que é preciso fazer repetições até a dor se tornar insuportável, o que é um erro. A dor sentida é causada pela liberação de ácido lático que, em pequenas quantidades, desencadeia o que é chamado de cascata anabólica, um punhado de hormônios que estimulam o crescimento. Quando em excesso, ele proporciona o efeito contrário, detém o crescimento e ainda causa rupturas no músculo.

 


Perder tempo com exercícios errados


Outro mito é achar que só mudando com frequência as sequências de treinamento se obtém hipertrofia. Executar os mesmos tipos de movimentos todas as semanas fazem a força aumentar em alta velocidade. Assim o corpo ganha massa muscular mais depressa do que o esperado.Geralmente, iniciantes cometem alguns erros na musculação básicos que são corrigidos ao longo do tempo. Porém, não é difícil encontrar pessoas que treinam há mais tempo e cometem erros fatais para o progresso na musculação.

 


Levantar peso sem respeitar os limites do corpo


Levantar peso sem limites é prejudicial e a maioria dos levantadores de peso não tem a menor noção de qual a maneira mais adequada de fazer esse tipo de exercício, podendo até causar lesões.

 


Se exercitar com estômago vazio


Malhar com o estômago vazio não só não queima mais gordura, como muitos acreditam, mas é provável que sabote seus esforços por acabar com sua energia. Consumir um lanche pré-treino, na verdade, dá-lhe energia, alimentando o seu exercício.

 


Beber pouca água


A água é a solução mais importante de nosso corpo. Praticamente todas as reações químicas que ocorrem, se baseiam na presença de água. Neste sentido, é muito importante que você mantenha uma boa ingestão de água durante todo o dia, para que a recuperação e seu treino ocorra de maneira correta.

 


Esperar resultados imediatos


Os resultados reais não vão acontecer de uma hora para outra. Consistência e trabalhando corretamente para o seu tipo de corpo e metas específicas é o único caminho.

 

O que acharam das dicas? Lembrem-se que ao treinar é super importante ter o acompanhamento de um profissional para evitar que você faça os exercícios incorretamente e acabe se machucando 😉

Agora é só treinar e ir atrás dos seus objetivos!

Corpo e Bem Estar

Álcool e dieta combinam?

Quando o tema é dieta muitas dúvidas surgem. A pergunta que muitos fazem é se é permitido tomar vinho ou qualquer outra bebida alcóolica, ou se não pode beber absolutamente nenhuma bebida que seja alcóolica.

Para tirar esta dúvida eu entrei em contato com o médico Theo Webert, da clínica Corpometria, que atua em reequilíbrio corporal, para dizer de uma vez por todas se álcool e dieta combinam ou não.

O álcool por ser facilmente absorvido pelo nosso corpo, o excesso pode causar aumento de peso. Além de inchar o corpo, as calorias causam efeitos ruins para o metabolismo corporal, mesmo em pequenas quantidades.

Segundo Webert, a presença de álcool no corpo diminui a queima de gorduras em até 70% abaixo do normal. “Isso porque o corpo passa a utilizar o álcool como fonte de energia ao invés da gordura corporal, o que dificulta muito a perda de peso”.

Vale ressaltar que o consumo do álcool resulta em desidratação do organismo, por isso é super importante tomar água intercalando com a bebida alcóolica.

Tá, mas mesmo sabendo que dieta e álcool não combinam, não consigo ficar sem beber nada alcóolico no fim de semana ou quando vou para a balada. Qual a bebida menos calórica?

Se for inevitável o consumo de álcool, o médico indica que você de preferência ao gim, que é considerada uma das bebidas com menor impacto negativo no organismo.

Na sequência, vodka e, por último, whisky e cerveja. “No dia seguinte da bebedeira, seu organismo passa por um processo de muita fome, o que também facilita o ganho de peso, e quanto mais você tenha bebido no dia anterior, maior será esse apetite”.

Portanto é preciso ficar atento no que está bebendo, mas também nos petiscos que acompanham as bebidas. Tudo isso irá interferir no resultado da sua dieta, independente de você praticar exercícios físicos ou não.

Tá de dieta? Então é melhor pensar duas vezes antes de consumir alguma bebida alcóolica! 😉

Corpo e Bem Estar / Publieditorial

4 dicas que vão ajudar você a lidar com a ansiedade

Seja em uma entrevista para um novo emprego, em situações complicadas – como conhecer os pais de uma nova namorada – ou até mesmo batalhando contra o tédio e ansiedade em competições esportivas, em algum momento todos nós nos deparamos com situações em que temos que aprender a lidar com a ansiedade.

Existem diversas maneiras de fazer isto e, pensando nisso, separei as melhores dicas para acabar com a ansiedade antes mesmo dela surgir:

Fonte: Max Pixel

Alimentação Saudável

Alimentos são o combustível do corpo e o velho ditado “você é o que você come” não poderia ser mais verdadeiro. Esta dica é exatamente tão simples quanto “Se você se alimentar mal, se sentirá mal. Se você se alimentar bem, se sentirá bem.”

Manter uma dieta rica em proteínas, gorduras saudáveis – como castanhas e azeite extra-virgem – com diversos vegetais não apenas vai te ajudar a combater a ansiedade e outros problemas de saúde, como também te deixará mais ativo e disposto para encarar o que quer que seja.

Como é difícil preparar comidas saudáveis todo dia, uma tática que eu adotei e achei muito útil foi preparar toda a comida para a semana no domingo e comprar alguns pacotes de castanha de caju e similares para lanches durante o dia.

Fonte: Max Pixel

Sono Regulado

A maneira mais efetiva de ter certeza que você terá uma boa noite de sono – e de quebra aprender várias coisas interessantes – é desligar todos os aparelhos eletrônicos e ler um livro pelo menos duas horas antes de dormir.

Para muitos parece uma tarefa impossível, né? Mas pode ter certeza que só te trará benefícios!

Fonte: Pexels

Meditação Diária

Acredita que apenas vinte minutos diários de meditação são capazes de diminuir significativamente os níveis de estresse e ansiedade?

Para quem está apenas começando na prática ou simplesmente quer economizar tempo, eu recomendo o uso de aplicativos, podcasts ou vídeos de meditação guiada no YouTube. Super funciona!

Fonte: Pexels

Exercícios Físicos

Já falei muito aqui sobre como me esforço para praticar exercícios e como esta é uma das maneiras mais fáceis e prazerosas de lidar com a ansiedade e manter o corpo saudável.

Os melhores tipos de exercício são treinos pesados de musculação e corridas intensas de curta duração. Entretanto, até mesmo outros tipos de treino trarão bons resultados e o importante é encontrar um que se adeque ao seu estilo pessoal que você consiga manter.

Adquirir o hábito pode ser difícil mas quando você começar a sentir os benefícios garanto que não vai querer parar!

Tenho certeza que se vocês seguirem estas dicas verão resultados impressionantes em pouco tempo! 😉

Corpo e Bem Estar

Os benefícios do mel

Você é viciado em doces, está de dieta e não sabe como driblar esta vontade? Pois neste post vou mostrar uma ótima opção para você saciar a vontade de comer doces e ainda trazer benefícios para a sua saúde. Conheça os benefícios do mel!

Os antioxidantes presentes no mel reduz o metabolismo das células cancerosas no corpo, diminuindo a probabilidade de ocorrência de câncer.

A glicose no mel é absorvido muito rapidamente pelo corpo, enquanto a frutose é absorvida lentamente fornecendo energia sustentada.

Reduz tosse, reações alérgicas e alivia infecção de garganta.

Excelente fonte em antioxidantes e flavonoides, que favorecem a redução da taxa de oxidação do colesterol LDL.

Tem prioridades anti-bacterianas e anti-fúngicos, evitando o aparecimento de espinhas.

Eu particularmente não fazia ideia que o mel trazia tantos benefícios assim para a nossa saúde.

Acredita que por ser natural, tem menos calorias e é mais doce do que grande parte dos produtos industrializados? Pois é, e devido a presença de vários aminoácidos e minerais no mel, ajuda no metabolismo, reduzindo assim as probabilidades de ganho de peso. Ou seja, é uma ótima forma de driblar aquela vontade incontrolável de comer doce.

Além disso ele tem um índice glicêmico bem alto e a glicose é lenta e gradualmente absorvida no corpo. E se você quiser acelerar a queima de gordura, é indicado tomar mel com água morna e limão pela manhã, pois acelera o metabolismo 🙂

Espero que vocês tenham gostado das dicas!

Corpo e Bem Estar

Conheça o poder do gengibre!

Você tem o hábito de comer gengibre? Tenho certeza que não! Pois saiba que este alimento pode te trazer muitos benefícios, principalmente para os seus músculos!

Eu que pratico exercícios físicos com frequência, sempre procuro consumir alimentos saudáveis e que possam trazer algum tipo de benefício para o meu corpo. E foi fazendo uma pesquisa que descobri a importância que o gengibre tem para as pessoas que praticam atividades físicas.

Pode não parecer, mas segundo uma pesquisa da Universidade de Marywood, na Pensilvânia, foi descoberto que o gengibre é um alimento indispensável na alimentação de esportistas, especialmente aqueles que correm longas distâncias. Sim! O gengibre é super importante para quem pretende ter músculos mais fortes e saudáveis. A dica é consumi-lo diariamente e principalmente nos dias de treino.

Por que ele faz bem para o meu corpo? Porque ele possui um poder antioxidante e reparador que ajuda a reduzir a inflamação e recuperar os tecidos dos músculos causada nos momentos de contração e esforço excessivo, diminuindo aquela dor que sentimos logo após fazermos os exercícios.

Super interessante, né? Tá aí uma ótima dica para os esportistas de plantão 😉

Corpo e Bem Estar

Diet, light ou zero: qual o produto ideal para você?

As pessoas estão cada vez mais preocupadas em manter a boa forma. Devido a isso, muitos acabam comprando produtos diet, light e zero no supermercado, sem ao menos saber as principais diferenças entre eles.

Esses produtos causam muitas dúvidas. Por isso conversei com a Filomena Benfattifiz, que é formada em engenharia de alimentos, e fiz esse post para você entender quais são as principais diferenças e qual é o mais adequado para cada caso 😉

Diet

Os produtos diet apresentam modificações especiais para se adequar a diferentes dietas ou necessidades metabólicas, como diabetes, hipertensão, etc. São os produtos que se destinam a pessoas com algum tipo de doença que as obrigam a controlar ou mesmo suprimir a ingestão de algum nutriente normalmente presente na dieta. Um produto diet em açúcares, pode não ser o mais indicado para perda de peso, uma vez que pode ser mais calórico que os produtos convencionais. É importante neste caso ver quantas calorias a porção daquele alimento vai proporcionar e compará-la com o alimento convencional.

Light

O alimento light possui uma redução mínima de 25% das calorias ou de algum nutriente em relação ao original, como gordura, açúcares ou sódio. Seu consumo é indicado para pessoas que precisam reduzir o teor destes elementos na alimentação. Para quem tem como foco o emagrecimento, é importante se atentar aos rótulos, pois a redução calórica pode ser muito pequena em alguns alimentos. Um bom exemplo são alguns pães light que, apesar de apresentarem um teor reduzido de gorduras, são quase tão calóricos quanto os tradicionais.

Zero

Já o produto zero indica o alimento com restrição ou isenção de algum nutriente em comparação com a versão tradicional. Para existir a alegação de, por exemplo, “Zero Açúcar” o produto pode apresentar no máximo 0,5 gramas de açúcar em 100 gramas do alimento pronto para o consumo. Os produtos sem adição de açúcar (sacarose) podem conter açúcares normalmente presentes nos outros ingredientes como a lactose (presente no leite), a frutose presente em frutas e outros mono e dissacarídeos presentes naturalmente nos ingredientes utilizados na fabricação do produto.

Vale ressaltar que é super importante manter o acompanhamento de um nutricionista e o mais importante do que conhecer as principais diferenças entre os produtos é saber consumi-los, fazendo com que atendam às necessidades de cada um 😉

Corpo e Bem Estar

Musculação vs. Treinamento Funcional

Quando o assunto é atividade física, sempre surgem dúvidas. O que devo fazer: aulas de musculação ou treino funcional?

Apesar de muitas pessoas pensarem que ambas atividades trabalham o corpo, cada uma delas tem um objetivo diferente. Entenda quais são! 😉

Musculação

A musculação é perfeita para quem pretende ganhar força e resistência. Os exercícios são praticados com cargas altas e equipamentos específicos, trabalhando vários grupos musculares de forma isolada, causando a hipertrofia (crescimento dos músculos).

Treino Funcional

Já o treinamento funcional tem como foco os movimentos naturais do corpo, como pular, correr, puxar, agachar, girar e empurrar. Cordas, elásticos e pesos leves, estão entre os equipamentos usados para este tipo de treino.

Os exercícios dão força, equilíbrio, flexibilidade, condicionamento, resistência e agilidade. Sem contar que ele tira a pessoa dos movimentos “robotizados”, como acontece na musculação.

A principal vantagem é que o treino funcional trabalha o corpo inteiro, ao contrário da musculação que trabalha músculos isolados.

 

Agora que você já sabe as diferenças entre musculação e treino funcional, é só separar alguns minutinhos do seu dia e praticar.

O seu corpo agradece! 🙂

Corpo e Bem Estar

Academia: de volta à rotina de treinos

Ano novo, objetivos novos! Após 1 ano sem academia, decidi que este ano eu iria dedicar ele à mim mesmo. Então, nada melhor do que voltar a rotina saudável de musculação e atividades físicas, não é mesmo?

Confesso que voltar a malhar após tanto tempo sem ao menos fazer um exercício se quer, está sendo um tanto quanto difícil. No começo bate aquele desânimo, aquela indisposição, mas não tem jeito, tem que ter foco e, mesmo com preguiça, ir pra academia!

Hoje estou contando com o apoio da Fórmula Academia que fica pertinho de casa – dentro do shopping Golden Square – e que está me ajudando a voltar ao corpo e condicionamento físico que eu tinha antes. Acreditem se quiser, 1 ano sem malhar muda MUITO o corpo, a rotina e disposição de uma pessoa. Principalmente se ela adora comer doces e fast foods como eu.

A minha meta é ir 5 dias por semana na academia, mas isso raramente acontece, tendo em vista que de vez em quando tem eventos para ir e trabalhos que exigem fazer hora extra.

Mas procuro ir no mínimo 3 vezes por semana para manter uma rotina e conseguir exercitar todos os músculos.

Em breve farei posts sobre a minha alimentação, suplementos alimentares que estou tomando, dietas e treinos!

E você, malha ou pratica algum esporte com frequência? Compartilha aqui nos comentários com a gente! 🙂

Corpo e Bem Estar

7 dicas para não assaltar a geladeira à noite

Esse post é especial para todos que, assim como eu, adora assaltar a geladeria à noite. Tem coisa melhor do que pegar alguma coisa pra beliscar  quando estamos assistindo tv? Seja filme, seriado ou novela, qualquer programa fica mil vezes melhor quando está acompanhado de um lanche, refrigerante ou até mesmo pizza, não é mesmo? Mas de vez em quando é preciso deixar a mente e os hábitos de gordinho pra não prejudicar a saúde.

Por isso vou compartilhar algumas dicas da nutricionista Mônica Inez de como deixar de lado a vontade de assaltar a geladeira à noite. Papel e caneta na mão? Vamos lá!

1. Nunca durma com fome

Cama e estômago vazio não combinam! Isso só irá prejudicar o seu sono e aumentar ainda mais as chances de você acordar de madrugada pra atacar a geladeira. O ideal é comer alimentos leves ao invés de ficar sem comer nada. Boas opções são uma fruta ou torrada integral.

2. Diga não aos carboidratos

Após às 18h é muito importante evitar biscoitos, doces, arros, batata, pão e massas. Esses alimentos possuem grande quantidade de calorias para consumir à noite. Nesse horário o metabolismo do corpo tem uma grande recaída, o organismo funciona mais lentamente e a queima de energia é pequena. O ideal é combinar uma carne magra (boi, peixe ou ave) e uma porção de legumes e verduras à vontade.

3. Se está sem fome, não coma

A verdade é que nem sempre estamos com muita fome à noite, mas sempre acabamos enchendo o prato de comida por gordice. Comer mais do que estamos com vontade é um erro fatal, especialmente na hora do jantar. É muito importante controlar a quantidade e a qualidade dos alimentos consumidos.

4. Substitua os alimentos

Se você puder evitar os carboidratos à noite, substitua-os por alimentos que possuem nutrientes importantes. Sopa de legumes é uma ótima opção! Se quiser pode consumir um copo de leite semidesnatado ou até duas fatias de queijo branco.

5. Opte por integrais

Você é louco pra comer pão à noite? Então dê preferência para os integrais e os que têm grande quantidade de fibras. Desse jeito você ficará mais satisfeito e com menos fome.

6. Faça outras refeições durante o dia

Quer ficar sem fome na parte da noite? Coma frutas ou até mesmo barrinhas de cereais nos intervalos entre as refeições. Desse jeito o corpo irá perceber que está sendo constantemente alimentado e você não sentirá tanta fome na parte da noite.

7. Sem guloseimas

Essa é a parte mais difícil! Deixar de lado as guloseimas não é nada fácil, não é mesmo? Uma dica para controlar a vontade de comer doces e salgadinhos é comer cenoura crua, cortada em rodelas ou em palitos. Algumas marcas já vendem em saquinhos super práticos no supermercado. Não é nenhum Doritos, mas dá pra quebrar o galho!

 

Anotou todas as dicas? Agora é só por em prática! 😉