Cotidiano Masculino

Posts tagged alimentação

Corpo e Bem Estar

7 erros na musculação que prejudicam o crescimento muscular

Se você é um iniciante na vida fitness é fácil cair em hábitos de treino ruins, especialmente quando você não sabe o que está fazendo. Mas quando suas calças começam a ficar mais apertadas e o número da balança começa a se mover na direção errada, pode ser hora de reavaliar o treino e alimentação.

E para dar uma ajuda, conversei com o preparador físico Fábio Aquino e preparamos uma lista com os 7 erros mais comuns na musculação que acabam com seu resultado. Dá só uma olhada!


Fazer mais sequências para ganhar mais músculos


Malhar muito pode provocar uma overdose de treinamento, o que causa esgotamento e ainda ajuda a perder massa muscular. No momento do treino, o corpo libera testosterona, insulina e hormônio do crescimento. Todos estimulam o crescimento muscular. Porém, ao mesmo tempo, o corpo libera cortisol, um hormônio que pode também atrapalhar a capacidade do corpo de usar a proteína de forma adequada, o que interrompe o crescimento muscular.

 


Achar que, para o músculo crescer, é preciso sentir que ele está “queimando”


Para obter hipetrofia muscular, muitos pensam que é preciso fazer repetições até a dor se tornar insuportável, o que é um erro. A dor sentida é causada pela liberação de ácido lático que, em pequenas quantidades, desencadeia o que é chamado de cascata anabólica, um punhado de hormônios que estimulam o crescimento. Quando em excesso, ele proporciona o efeito contrário, detém o crescimento e ainda causa rupturas no músculo.

 


Perder tempo com exercícios errados


Outro mito é achar que só mudando com frequência as sequências de treinamento se obtém hipertrofia. Executar os mesmos tipos de movimentos todas as semanas fazem a força aumentar em alta velocidade. Assim o corpo ganha massa muscular mais depressa do que o esperado.Geralmente, iniciantes cometem alguns erros na musculação básicos que são corrigidos ao longo do tempo. Porém, não é difícil encontrar pessoas que treinam há mais tempo e cometem erros fatais para o progresso na musculação.

 


Levantar peso sem respeitar os limites do corpo


Levantar peso sem limites é prejudicial e a maioria dos levantadores de peso não tem a menor noção de qual a maneira mais adequada de fazer esse tipo de exercício, podendo até causar lesões.

 


Se exercitar com estômago vazio


Malhar com o estômago vazio não só não queima mais gordura, como muitos acreditam, mas é provável que sabote seus esforços por acabar com sua energia. Consumir um lanche pré-treino, na verdade, dá-lhe energia, alimentando o seu exercício.

 


Beber pouca água


A água é a solução mais importante de nosso corpo. Praticamente todas as reações químicas que ocorrem, se baseiam na presença de água. Neste sentido, é muito importante que você mantenha uma boa ingestão de água durante todo o dia, para que a recuperação e seu treino ocorra de maneira correta.

 


Esperar resultados imediatos


Os resultados reais não vão acontecer de uma hora para outra. Consistência e trabalhando corretamente para o seu tipo de corpo e metas específicas é o único caminho.

 

O que acharam das dicas? Lembrem-se que ao treinar é super importante ter o acompanhamento de um profissional para evitar que você faça os exercícios incorretamente e acabe se machucando 😉

Agora é só treinar e ir atrás dos seus objetivos!

Corpo e Bem Estar

Álcool e dieta combinam?

Quando o tema é dieta muitas dúvidas surgem. A pergunta que muitos fazem é se é permitido tomar vinho ou qualquer outra bebida alcóolica, ou se não pode beber absolutamente nenhuma bebida que seja alcóolica.

Para tirar esta dúvida eu entrei em contato com o médico Theo Webert, da clínica Corpometria, que atua em reequilíbrio corporal, para dizer de uma vez por todas se álcool e dieta combinam ou não.

O álcool por ser facilmente absorvido pelo nosso corpo, o excesso pode causar aumento de peso. Além de inchar o corpo, as calorias causam efeitos ruins para o metabolismo corporal, mesmo em pequenas quantidades.

Segundo Webert, a presença de álcool no corpo diminui a queima de gorduras em até 70% abaixo do normal. “Isso porque o corpo passa a utilizar o álcool como fonte de energia ao invés da gordura corporal, o que dificulta muito a perda de peso”.

Vale ressaltar que o consumo do álcool resulta em desidratação do organismo, por isso é super importante tomar água intercalando com a bebida alcóolica.

Tá, mas mesmo sabendo que dieta e álcool não combinam, não consigo ficar sem beber nada alcóolico no fim de semana ou quando vou para a balada. Qual a bebida menos calórica?

Se for inevitável o consumo de álcool, o médico indica que você de preferência ao gim, que é considerada uma das bebidas com menor impacto negativo no organismo.

Na sequência, vodka e, por último, whisky e cerveja. “No dia seguinte da bebedeira, seu organismo passa por um processo de muita fome, o que também facilita o ganho de peso, e quanto mais você tenha bebido no dia anterior, maior será esse apetite”.

Portanto é preciso ficar atento no que está bebendo, mas também nos petiscos que acompanham as bebidas. Tudo isso irá interferir no resultado da sua dieta, independente de você praticar exercícios físicos ou não.

Tá de dieta? Então é melhor pensar duas vezes antes de consumir alguma bebida alcóolica! 😉

Corpo e Bem Estar

Conheça o poder do gengibre!

Você tem o hábito de comer gengibre? Tenho certeza que não! Pois saiba que este alimento pode te trazer muitos benefícios, principalmente para os seus músculos!

Eu que pratico exercícios físicos com frequência, sempre procuro consumir alimentos saudáveis e que possam trazer algum tipo de benefício para o meu corpo. E foi fazendo uma pesquisa que descobri a importância que o gengibre tem para as pessoas que praticam atividades físicas.

Pode não parecer, mas segundo uma pesquisa da Universidade de Marywood, na Pensilvânia, foi descoberto que o gengibre é um alimento indispensável na alimentação de esportistas, especialmente aqueles que correm longas distâncias. Sim! O gengibre é super importante para quem pretende ter músculos mais fortes e saudáveis. A dica é consumi-lo diariamente e principalmente nos dias de treino.

Por que ele faz bem para o meu corpo? Porque ele possui um poder antioxidante e reparador que ajuda a reduzir a inflamação e recuperar os tecidos dos músculos causada nos momentos de contração e esforço excessivo, diminuindo aquela dor que sentimos logo após fazermos os exercícios.

Super interessante, né? Tá aí uma ótima dica para os esportistas de plantão 😉

Corpo e Bem Estar

Os benefícios do consumo de suplementos

Tenho certeza que em algum momento da sua vida você já ouviu falar de suplementos alimentares. Hoje em dia é muito normal ver pessoas fazendo uso de algum suplemento, seja para ter uma alimentação mais saudável ou para potencializar os efeitos dos exercícios físicos.

Se você é daquele tipo de pessoa que pensa que suplemento alimentar é anabolizante ou “bomba”, como muitos chamam, está totalmente enganado! Muitos não sabem, mas essas substâncias são capazes de fornecerem vitaminas, carboidratos, sais minerais e proteínas que, muitas vezes, não conseguimos obter em quantidade suficiente por meio da alimentação.

O suplemento quando usado da forma correta apresenta inúmeros benefícios para a nossa saúde. Conversei com a Agni Salobreña, farmacêutica responsável pelo desenvolvimento de novos produtos da Global Suplementos, e selecionei algumas vantagens de incluir os suplementos alimentares na sua dieta.

Suprem a carência de nutrientes

Não há dúvidas de que o melhor a se fazer para ter uma vida saudável é através de uma alimentação variada, rica em frutas, folhas e legumes, mas com os dias cada vez mais corridos e cheio de compromissos, acaba sendo difícil manter uma alimentação adequada, não é mesmo?

Eu mesmo às vezes acabo me rendendo à praticidade dos alimentos industrializados e semi-prontos, como os congelados e até mesmo os fast-foods. Como consequência dessa má alimentação, acabamos não conseguindo ingerir a quantidade certa de nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo, desenvolvendo uma carência dessas substâncias.

Para suprir essa necessidade é recomendado o uso de suplementos alimentares, como os vitamínicos, por exemplo.

Otimizam os resultados de atividades físicas

Os suplementos alimentares também são indicados aos praticantes de atividades físicas, isso porque ajudam a melhorar o desempenho e encurtar o tempo de recuperação muscular, proporcionando nutrientes essenciais como: vitaminas, minerais, fibras, ácidos graxos ou aminoácidos, que podem estar faltando ou podem não estar sendo consumidos em quantidade suficiente na dieta diária. Assim, é importante lembrar que os suplementos não substituem a dieta normal, apenas complementam essas necessidades nutricionais. Os suplementos mais consumidos por quem pratica exercícios físicos são aqueles a base de proteína, pois auxiliam na reparação e crescimento dos músculos. Dentre os mais famosos está o Whey Protein.

Ajudam a manter a boa forma

Além dos benefícios proporcionados a saúde, alguns suplementos também contribuem com a estética e o emagrecimento. Os óleos funcionais atendem muito bem a essa expectativa, impulsionando a queima de gordura corporal com os aditivos de sua composição. O Óleo de Baru, por exemplo, graças à presença dos ômegas 3, 6 e 9, é um excelente aliado na luta pela redução de medidas na região abdominal. Tais elementos atuam como catalizadores na queima de gordura em determinadas regiões como barriga, cintura e quadril. Além disso, ele aumenta a atividade das enzimas antioxidantes e desempenha um papel importante na redução do estresse, um dos principais agentes causadores do ganho de peso.

 

Como vocês puderam perceber, a suplementação alimentar tem inúmeras vantagens quando aplicada de forma correta. Por isso, vale a pena ressaltar que seu uso deve ser feito sempre com o acompanhamento de um nutricionista. O exagero no consumo de suplementos pode ter consequências graves como a sobrecarga de alguns órgãos do corpo e seu uso inadequado também pode fazer você engordar ou não ter efeito algum.

Suplemento não faz milagre, portanto é preciso praticar exercícios físicos! 😉

Corpo e Bem Estar

Diet, light ou zero: qual o produto ideal para você?

As pessoas estão cada vez mais preocupadas em manter a boa forma. Devido a isso, muitos acabam comprando produtos diet, light e zero no supermercado, sem ao menos saber as principais diferenças entre eles.

Esses produtos causam muitas dúvidas. Por isso conversei com a Filomena Benfattifiz, que é formada em engenharia de alimentos, e fiz esse post para você entender quais são as principais diferenças e qual é o mais adequado para cada caso 😉

Diet

Os produtos diet apresentam modificações especiais para se adequar a diferentes dietas ou necessidades metabólicas, como diabetes, hipertensão, etc. São os produtos que se destinam a pessoas com algum tipo de doença que as obrigam a controlar ou mesmo suprimir a ingestão de algum nutriente normalmente presente na dieta. Um produto diet em açúcares, pode não ser o mais indicado para perda de peso, uma vez que pode ser mais calórico que os produtos convencionais. É importante neste caso ver quantas calorias a porção daquele alimento vai proporcionar e compará-la com o alimento convencional.

Light

O alimento light possui uma redução mínima de 25% das calorias ou de algum nutriente em relação ao original, como gordura, açúcares ou sódio. Seu consumo é indicado para pessoas que precisam reduzir o teor destes elementos na alimentação. Para quem tem como foco o emagrecimento, é importante se atentar aos rótulos, pois a redução calórica pode ser muito pequena em alguns alimentos. Um bom exemplo são alguns pães light que, apesar de apresentarem um teor reduzido de gorduras, são quase tão calóricos quanto os tradicionais.

Zero

Já o produto zero indica o alimento com restrição ou isenção de algum nutriente em comparação com a versão tradicional. Para existir a alegação de, por exemplo, “Zero Açúcar” o produto pode apresentar no máximo 0,5 gramas de açúcar em 100 gramas do alimento pronto para o consumo. Os produtos sem adição de açúcar (sacarose) podem conter açúcares normalmente presentes nos outros ingredientes como a lactose (presente no leite), a frutose presente em frutas e outros mono e dissacarídeos presentes naturalmente nos ingredientes utilizados na fabricação do produto.

Vale ressaltar que é super importante manter o acompanhamento de um nutricionista e o mais importante do que conhecer as principais diferenças entre os produtos é saber consumi-los, fazendo com que atendam às necessidades de cada um 😉

Provei

Provei: doces sem açúcar Linea

Quando o assunto é doce sem açúcar a primeira coisa que pensamos é “coisa boa não deve ser”. Eu mesmo sempre tive preconceito com esse tipo de produto, até mesmo porque gosto de doces bem doces, aqueles com muito chocolate e chantily.
Mas será que esses doces sem açúcar, que a cada dia que passa vem fazendo mais sucesso, são bons? Foi por isso que resolvi experimentar e acabar de vez com essa dúvida! Doce sem açúcar é bom ou não é?

Recentemente recebi um kit da marca Linea com doces que vão desde cookies recheados à barras de chocolate.
Os produtos destacam na embalagem que são sem açúcar, sem glúten e sem gorduras transConfesso que provei sem grandes espectativas, mas acabei me surpreendendo!

O cookie de castanhas e chocolate é super crocante e a barra de chocolate ao leite, sério … é muito parecido com os chocolates tradicionais que contém açúcar. Se eu tivesse comido de olhos vendados, jamais descobriria que não contém açúcar. O sabor é realmente muito parecido com um doce normal!

Outra coisa que chamou muito a minha atenção foi a variedade de sabores. Tem para todos os gostos! Inclusive esse creme de avelã com cacau que dá para usar com frutas e transformar em uma bela sobremesa!

E sabe o que é melhor de tudo? Poder comer sem culpa!
Se você está fazendo dieta e não pode consumir açúcar, esta é uma ótima opção!

O único ponto negativo é que estes produtos são um pouco mais caros que os tradicionais. Mas ao meu ver, vale a pena! 😉

Assim que eu provar novos produtos, compartilho aqui com vocês!

Corpo e Bem Estar

Minha nova rotina saudável: dieta e treino

Há 1 mês fiz consulta com um nutricionista esportivo para reeducar a minha alimentação. A ideia desde o início foi ter o acompanhamento de um profissional para me orientar sobre alimentação e treino para que eu conseguisse atingir os meus objetivos na academia. O meu foco principal é reduzir gordura corporal e, daqui alguns meses, ganhar massa muscular.

“Nossa, mas você não precisa disso!” – Sim, eu preciso. Tenho uma “barriguinha de chopp” que não me agrada e isso não é normal para uma pessoa que frequenta a academia 5 vezes por semana. E sabe quem são os grandes culpados disso tudo? A má alimentação e o consumo de bebidas alcoólicas.

Agora que tenho o acompanhamento de um nutricionista e estou tendo uma alimentação saudável, pude ver a diferença que isso faz.

Não vou compartilhar a minha dieta com vocês, pois varia de pessoa para pessoa. O ideal é sempre ter o acompanhamento de um profissional para ver qual é a dieta mais apropriada para o seu corpo e para o objetivo que você busca alcançar.

Mas já adianto vocês que estou preparando uma série de posts com dicas de treinos e receitas fit para ajudar a manter a boa forma.

Daqui alguns meses compartilharei algumas fotos do ANTES e DEPOIS para vocês verem a diferença!

Lembrem-se de uma coisa: é possível ter o corpo dos seus sonhos. Basta ter foco e determinação!