Cotidiano Masculino

Categoria Entretenimento

Entretenimento

Crítica do filme: Jogos Vorazes – Em Chamas

Ontem fui convidado pela Paris Filmes para assistir a pré-estréia do filme mais esperado do anoJogos Vorazes – Em Chamas. Pra quem não sabe, esse é o segundo filme da trilogia que já virou febre mundial. Pra vocês terem uma ideia, o filme ocupará cerca de mil salas de cinema só aqui no Brasil. É muita coisa! Vou contar alguns detalhes do filme pra matar um pouco a curiosidade de vocês 🙂

 

No começo do filme falam sobre o que aconteceu com Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) e com o Peeta Mellark (Josh Hutcherson) após terem vencido o primeiro jogo. Por eles terem quebrado as regras do jogo, os distritos viram uma esperança em poder mudar a situação em que vivem e resolvem armar uma rebelião. Agora Katniss e Peeta são os “queridinhos” e tem diversos fãs. 

Devido à essa rebelião, o Presidente Snow (Donald Sutherland), que é responsável por organizar os jogos, tem a ideia de colocar novamente Katniss na arena mortal. Só que dessa vez, ele não quer que ela saia viva. 

Aí vem a notícia que ninguém esperava: o 75º torneio só terá vencedores das edições anteriores e dessa vez, só um sairá vivo. Óbvio que essa pessoa não seria a Katniss, porque o presidente não quer de jeito nenhum que ela sobreviva.

O filme é muito tenso e prende a sua atenção do começo ao fim!

 

A arena é localizada numa floresta que também tem praia. Os efeitos especiais como sempre estão incríveis! Na selva os competidores enfrentam desde macacos ferozes à raios, tsunami e névoa venenosa.

Dica: se você gosta de muitas mortes, vai se decepcionar com o “Em Chamas”. Ele tem muito menos mortes que o primeiro filme.

De qualquer forma vale MUITO a pena assistir o filme. Já estou louco pra assistir de novo! 

Se você ainda não viu, dá uma olhada no trailer que é incrível!

 

“Jogos Vorazes – Em Chamas” estreia hoje (15/11) nos cinemas de todo Brasil. 

Depois conta aqui nos comentários o que vocês acharam do filme 🙂

Abraço